segunda-feira, 15 de abril de 2013

O Tratamento Biomecânico da Coluna Vertebral - parte 2 - O tratamento da crise aguda



O início do tratamento inicial (ou agudo) da coluna vertebral visa a melhora breve da dor referida pelo paciente.

Tratamento medicamentoso

O uso de medicações de qualquer tipo deve ser avaliada de acordo com os riscos inerentes à idade do paciente, outras morbidades presentes, contra indicações medicamentosas (ou interação medicamentosa), presença de diabetes, cardiopatias, infecções (bacterianas, fúngicas ou virais).
Durante a anamnese obtém-se esses dados em detalhes.

1- Anti inflamatórios não hormonais (AINH):

O uso dessa classe de medicamentos é o mais frequente no PA, PS e até nos ambulatórios de ortopedia.
Sua eficácia depende da indicação precisa, em relação ao tipo de dor e suas causas.
Cuidados: Nefrotoxicidade, Gastrotoxicidade.

2- Anti inflamatórios Hormonais, ou Corticóides

O uso de corticóides também é frequente e necessário na vigência de quadros dolorosos mais importantes e com a presença de compressões de estruturas neurais.
Cuidados: nefrotoxicidade, gastrotoxicidade, efeitos diabetogênicos, Cushing farmacológico, presença de infecções fúngicas ou virais, cardiopatias que reagem mal ao hormônio do stress, dentre outras.
NOTA: sobre o efeito diabetogênico, e a presença do Diabetes mellitus, há extrema controvérsia de condutas.
Aqui, embasados na literatura vigente e observando todos os detalhes inerentes ao estado geral do paciente, optamos sempre pelo não uso de corticóides ou o uso de DEFLAZACORTE (com menor efeito diabetogênico).

3- Relaxantes Musculares

Se durante o exame físico você notou contraturas musculares, paravertebrais "endurecidos", pode-se usar essa classe de medicamentos:
-ciclobenzaprina
-carisoprodol
-Baclofeno
-Tiocolchicosido

4- Anti neuríticos:

A maioria destes medicamentos é a base de vitaminas B1 (tiamina), B6 (piridoxina), B12 (ciano/hidroxi cobalamina).

A tecnologia farmacêutica atual mostra que mais efetiva medicação nesses casos é a associação fosfato dissódico de citidina, trifosfato trissódico de uridina, acetato de hidroxocobalamina (ETNA).

5- Drogas de ação neurotransmissora

São basicamente duas:
- Gabapentina
- Pregabalina

6- Analgésicos Opiáceos:

-tramadol
-codeína
-MEPERIDINA
-Morfina

7- Infiltrações peri durais com corticóides e anestésicos

De uso reservado a casos incoercíveis, onde não se quer lançar mão de procedimentos cirúrgicos imediatos.



Tratamento Fisioterápico:

A fisioterapia tradicional, analgésica pode ser extremamente útil, porém aqui damos preferência ao tratamento por Osteopatia, com resultados muito mais rápidos, efetivos e que produz já o início do tratamento biomecânico da coluna. Os alongamentos são essenciais no tratamento da dor aguda

Em partes, a ergonomia, posturologia, repouso, fazem parte das orientações durante a consulta médica ou durante o tratamento fisioterápico.
Não vou detalhar esse item, visto se tratar de outra área de atuação profissional.